Você sabe o que é SAM e qual a importância para sua empresa?

O uso de ferramentas tecnológicas em empresas é cada vez mais comum, independentemente de seu porte ou tempo de mercado. Porém, isso também significa que a quantidade de softwares nas organizações aumentou bastante, o que pode causar problemas de gerenciamento em algum momento. Diante disso, você deve aprender o que é SAM e como ele pode ajudar.

SAM é a abreviação de Software Asset Management, isto é, Gerenciamento de Ativos de Software. Trata-se de um setor que administra as funcionalidades e o uso dos softwares da empresa, garantindo que tudo esteja de acordo com as exigências do fornecedor e com as necessidades do negócio.

Ainda não sabe se isso é importante? Então veja, a seguir, 4 exemplos da importância do SAM para seu negócio.

Auxilia na redução de custos

Sabendo o que é SAM, você já deve imaginar como ele trabalha para minimizar os gastos dentro da empresa. Afinal, boa parte dos softwares utilizados geram vários custos e despesas mensais entre assinaturas, aquisição de licenças, cumprimento de obrigações contratuais etc. Diminuir tais despesas é muito importante para o orçamento da empresa.

Por exemplo, é interessante já ter algumas licenças para certos softwares muito utilizados frequentemente, evitando, assim, a necessidade de comprar novas chaves. 

Proporciona o alcance de uma infraestrutura de TI mais segura

A qualidade dos softwares usados na empresa não depende apenas de seu efeito na produtividade da equipe. Sistemas implementados de forma inadequada abrem portas para invasores digitais, vírus e outras ameaças. E as consequências de roubo de dados ou outros problemas podem ser bem severas.

Assim, investir em um setor dedicado ao gerenciamento de softwares, com uma boa infraestrutura de TI, contribui para a maior segurança da sua equipe e de seus clientes.

Otimiza o fluxo de trabalho

Por mais que as tecnologias tenham o objetivo de facilitar as tarefas do dia a dia, a quantidade de softwares e funcionalidades pode ser muito grande para a maioria das pessoas. No fim das contas, elas causam mais confusão do que geram soluções.

Porém, com a ajuda de um Software Asset Management, você pode minimizar esse efeito. Se há mais funcionalidades do que o necessário, esse setor pode ajudar a personalizar a ferramenta para que ela seja o mais eficiente possível para uso diário dos colaboradores.

Permite um planejamento estratégico

Ao contrário do que alguns pensam, o planejamento de TI também deve ser feito de maneira estratégica para otimizar o trabalho na empresa. A escolha das ferramentas, por exemplo, deve levar em conta a estrutura atual da organização, seus recursos disponíveis, custos em médio e longo prazo e o retorno esperado pelo investimento.

Mesmo que sua empresa esteja começando a usar mais recursos digitais, ainda é importante usá-los com eficiência. Afinal, cada centavo de recursos e hora de trabalho investida devem ser retornados.

Agora que você entende melhor o que é SAM e como ele pode ser útil em uma empresa, é hora de implementar o seu!


Baixe nosso guia completo e confira dicas incríveis sobre os ganhos que o BPMS (Business Process Management System) pode trazer à sua gestão! Faça o download agora mesmo:

Guia Completo de BPMS

Mídia Social:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *