Surpreendente: 4 funcionalidades do ERP para alavancar sua empresa!

Compartilhe:

*Atualizado em: 07/11/2017

A busca por melhorias nas estratégias de gestão de um negócio deve ser constante. Em um cenário econômico instável, companhias que possuem processos mais eficazes se destacam e conseguem ser mais competitivas, tornando-se menos suscetíveis às variações de mercado.

Nesse sentido, os sistemas de gestão ERP são apontados por muitos líderes como uma ferramenta indispensável para quem pretende tornar a sua empresa mais eficaz.

Também conhecido como Enterprise Resource Planning, os ERPs integram times de profissionais e tornam o gerenciamento de toda a cadeia operacional de um negócio mais produtiva.

Quer saber mais sobre as funcionalidades do ERP? Então, leia o nosso texto de hoje!

O que é um ERP?

O ERP é um sistema de gestão empresarial que permite a administração centralizada de um negócio. Unificando em um único local informações de setores de estoque, vendas e propaganda, por exemplo, profissionais podem criar estratégias de mercado mais eficazes e que se adaptam melhor aos movimentos da economia.

Além disso, a gestão administrativa (que envolve itens como contas a pagar e a receber) passa a ter menos erros, uma vez que o fluxo de tarefas se torna mais preciso.

Funcionalidades do ERP

O ERP pode ser integrado totalmente ou parcialmente para processos específicos. Contemplando os principais processos de negócios nos seguintes módulos:

  • Gestão financeira;
  • Customer Relationship Management (CRM);
  • Vendas e Marketing;
  • Gestão de Recursos Humanos (HRM);
  • Produção;
  • Supply Chain Management (SCM);
  • Inventário;
  • Compras.

Os sistemas de ERP mais avançados, atualmente também incluem business intelligence, gerenciamento de ativos e comércio eletrônico.

Como o ERP pode melhorar a minha empresa?

1. Integração de profissionais

Ter um time de profissionais integrado pode ser indispensável em alguns empreendimentos. Com o ERP, a empresa passa a contar com métodos de acesso a dados e comunicação mais simples. O departamento financeiro, por exemplo, consegue identificar rapidamente quais recursos serão direcionados para outros setores.

Já o setor de vendas passa a ter um acesso mais ágil aos dados do estoque, melhorando a sua atuação diária. Por outro lado, os profissionais de marketing conseguirão analisar todos os indicadores comerciais da companhia em um único lugar, tornando as suas estratégias de publicidade focadas em produtos de menor saída.

Por fim, chefes administrativos podem avaliar os KPIs de cada profissional com precisão, o que auxilia na criação de políticas operacionais mais precisas.

2. Otimização de processos

A busca por processos eficazes pode ser feita por meio de inúmeras técnicas. Uma das funcionalidades do ERP que tornam a classificação de indicadores mais precisa é o seu sistema de coleta de informação. Ele permite que registros corporativos sejam integrados a outras soluções e visualizados com mais facilidade.

Dessa forma, o gestor empresarial tem uma visão mais ampla de cada detalhe da companhia, criando padrões comportamentais de médio e longo prazo.

3. Melhora na tomada de decisões

Os melhores processos de tomada de decisões são aqueles que impactam a empresa positivamente e são baseados em informações precisas e de fácil acesso.

Nesse sentido, um ERP (especialmente aqueles baseados na nuvem) atua como um vetor de registros corporativos, que podem ser utilizados pela empresa no seu dia a dia para que líderes empresariais possam tomar medidas de maior sucesso.

4. Eficácia do suporte ao consumidor

ERP é indispensável para quem pretende tornar o seu SAC mais eficiente. Quando profissionais de suporte ao usuário final conseguem obter acesso fácil a todas as informações operacionais de uma empresa, eles podem solucionar problemas mais facilmente.

E, como todas as informações correspondem à situação real de um produto ou serviço, o atendimento a um consumidor passa a ser mais confiável e seguro.

O que considerar na hora de escolher um ERP?

Você avaliou os benefícios e decidiu que é hora de investir em um ERP para sua empresa. Agora vem a dúvida: “Mas qual o melhor ERP para minha empresa?”. Para auxiliar nesta etapa, separamos alguns pontos-chave para analisar durante o processo de seleção da ferramenta.

Atualização ou Substituição

O primeiro ponto a avaliar é se você precisa de um novo e completo ERP, ou apenas uma atualização do software que você já tem. Algumas soluções ERP são modulares, ou seja, é possível integrar um ou mais módulos conforme a necessidade. Essa é uma maneira de minimizar custos, utilizando apenas o que sua empresa realmente precisa.

Por outro lado, se o seu ERP for antigo, é aconselhável sua substituição. Essa ferramenta, hoje, está muito mais evoluída, oferecendo soluções para mobilidade, integração, escalabilidade, além de relatórios mais avançados e modernos.

Personalização

Os departamentos de uma empresa possuem fluxos de tarefas, prioridades e objetivos diferentes entre si. Por exemplo, enquanto o departamento de vendas trabalha com metas mensais, a área de produção atinge cotas diárias. Essas diferenças resultam em um fluxo de trabalho que não é atendido por uma solução padrão.

Por isso, na hora de escolher o ERP, considere ferramentas que ofereçam personalização, como fluxos de trabalho configuráveis. Dessa forma, cada departamento da organização conseguirá definir suas próprias metas e métodos.

Relatórios e painéis

Busque mais do que simples planilhas ou documentos exportados em PDF. Os ERPs possuem a capacidade de gerar relatórios sofisticados, por meio de filtros inteligentes e dados em tempo real.

Os painéis, por outro lado devem mostrar de forma clara as informações quantitativas versus qualitativas sobre dados de usuários, funções, departamentos etc.

Integração

O ERP precisa conversar com os sistemas que você já usa na empresa. Existem alguns pontos de integração que você deve analisar antes de escolher seu software. Por exemplo, é importante que haja a integração “sistema para sistema” (seu ERP com o CRM já utilizado), além da capacidade de transferência de arquivo (exportação para PDF ou DOC).

Usar um ERP de integração flexível permite que você mantenha a estrutura já utilizada na empresa, trabalhando em conjunto ou migrando os arquivos.

Treinamento e configuração

Ao adquirir um ERP será necessário que alguém especializado faça a instalação. Você pode até ter um time de TI que saiba fazer isso, mas, caso contrário, verifique com seu fornecedor se esse serviço é cobrado e qual o valor.

Outra questão é a utilização do ERP pelos colaboradores. É preciso que haja um treinamento para conhecer e aproveitar as funcionalidades da melhor forma, de acordo com o setor e responsabilidades — portanto, veja se o seu fornecedor oferece esse treinamento.

Como melhorar os processos de gestão corporativa?

A otimização dos processos internos de uma companhia é uma atividade diária e que deve estar vinculada às principais rotinas do negócio. Otimizar o funcionamento de um empreendimento muitas vezes é um fator crucial para a manutenção da competitividade do portfólio de produtos e serviços de uma corporação.

Nesse cenário, os softwares de gestão corporativa são empregados como uma ferramenta que cria um fluxo operacional contínuo, com atividades e informações sendo compartilhadas entre profissionais.

Dessa forma, atividades são automatizadas, os índices de qualidade se ampliam e toda a cadeia operacional da empresa passa a ser mais flexível. Em longo prazo, novos mercados e parceiros comerciais podem ser atingidos, gerando mais receitas para o empreendimento.


Agora que você já conhece 4 funcionalidades do ERP, que tal conhecer a fundo essa ferramenta tão importante para o seu negócioBaixe gratuitamente o e-book que produzimos sobre o tema e tire as suas dúvidas!

call-to-action-blog-erp-01

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.