Como criar uma política de compliance digital na sua empresa?

politica compliance fiscal 01

O compliance digital é algo de suma importância nas empresas atualmente. Afinal, as muitas ameaças presentes no meio tecnológico fazem com que seja indispensável o investimento em segurança. A proteção dos dados e das informações sigilosas de uma organização previne uma série de problemas posteriores. O assunto é tão relevante que já existe, inclusive, a Lei Geral de Proteção de Dados.

Mais do que saber dessa relevância, porém, é necessário investir no recurso de forma acertada. Neste artigo, vamos falar sobre como realizar ações verdadeiramente eficazes nesse sentido. Continue a leitura!

O que é e qual é a importância do compliance digital?

Em resumo, o compliance digital é um sistema de políticas internas que focam nos perigos que rondam a organização no âmbito da tecnologia e visa a realização de ações preventivas. Trata-se de uma realidade cada vez mais presente nas organizações.

Como criar uma política de compliance digital na sua empresa?

Agora que você já sabe o que é compliance digital e a sua relevância, chegou o momento de falarmos sobre como implementar essa prática no seu negócio. Separamos algumas dicas a seguir!

Reconheça riscos digitais

Antes de qualquer coisa, é indispensável estar atento às ameaças existentes atualmente, sobretudo àquelas que podem causar danos maiores. Faça um mapeamento de todos os riscos cogitados pela empresa, especificando-os cuidadosamente.

Uma forma de chegar até esses riscos é verificar os crimes virtuais que já ocorreram em outros empreendimentos. Isso dará informações sobre como as ações maliciosas estão sendo elaboradas atualmente e a respeito das melhores formas de combatê-las.

Adote uma ingestão integrada de riscos

A visão acerca das ameaças precisa ser integrada, para que todos atuem em conjunto, de maneira ordenada. Uma boa forma de alinhá-la é utilizando uma tecnologia precisa para isso, por meio do uso de softwares de gestão e de plataformas que trabalham a segurança.

Além disso, é necessário ter uma troca de informações constante com o setor de Segurança da Informação. É importante que gestão e equipe estejam inteiradas acerca de todas as decisões que envolvem os cuidados com a empresa e que estejam atualizadas com as políticas internas, de maneira harmoniosa.

Use a computação em nuvem para uma maior segurança da informação

Por fim, armazenar os dados em nuvem é uma medida importante para a empresa. Assim, eles ficam mais protegidos, sofrem menos riscos de invasões, entre outros aspectos positivos. Os provedores que oferecem esse recurso contam com práticas acertadas e garantem a segurança das informações.

Essa medida também contribui para que se gaste menos tempo da empresa para cuidar dos dados. Além disso, o risco de perda de informações por problemas físicos é eliminado, uma vez que na nuvem há recursos como o backup automático, entre outros.

O compliance digital pode salvar a empresa de uma série de ataques maliciosos, evitando prejuízos e tornando o dia a dia de trabalho muito mais tranquilo e seguro. Para que se tenha resultados verdadeiramente efetivos, entretanto, é essencial que se invista uma política muito bem estruturada, que leve em conta todas as singularidades do empreendimento.

Gostou deste artigo? Leia também o conteúdo que preparamos sobre a importância da lei Sarbanes-Oxley para o compliance.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.