Lean manufacturing: entenda o conceito e sua aplicabilidade

Lean manufacturing
Compartilhe:

Também nomeado de Sistema Enxuto de Manufatura, o Lean Manufacturing foi desenvolvido pela montadora Toyota, no Japão, em 1950. A aplicação dos processos possibilitou que a empresa se destacasse no segmento automotivo, com a eliminação de etapas que não agregam valor ao produto. Devido ao êxito nas atividades, a Toyota se tornou o principal exemplo de empresa enxuta no mundo.

Os processos de Lean Manufacturing, com o tempo, foram adaptados para outros segmentos de negócios, incluindo serviços, conferindo importantes diferenciais competitivos para as organizações que o adotam.

Ao longo desta leitura você vai saber mais sobre Lean Manufacturing e qual a sua aplicabilidade. Confira!

O que é a metodologia Lean manufacturing e onde é aplicada?

Trata-se de uma metodologia de gestão com foco exclusivo na eficiência de processos. A própria denominação da palavra “lean” quer dizer “enxuto”. Logo, o objetivo é proporcionar um sistema produtivo mais eficiente, com baixos custos e despesas, além de etapas mais rápidas.

Assim, a metodologia proporciona que todas as perdas e os possíveis desperdícios sejam identificados e eliminados. Outra característica do Lean é que ele atua no momento presente, ou seja, é preciso entregar o que é preciso hoje, não levando em conta possíveis adaptações que precisem ser realizadas futuramente.

Mas o Lean Manufacturing também diz respeito à agilidade, e, para isso, o objetivo é apostar na automatização de processos para otimizar cada etapa, enquanto todo o trabalho acontece sem burocracias ou perda de tempo.

A própria metodologia sugere sete setores que podem ser otimizados com a ferramenta. Veja!

1. Transporte

Quando pessoas ou equipamentos se movimentam sem necessidade, há uma perda de tempo e de recursos. Logo, o planejamento dos processos de transporte é fundamental para reduzir custos e otimizar o tempo.

2. Movimentação

Um ambiente de trabalho desorganizado pode prejudicar o desempenho de funcionários com movimentações desnecessárias. Por isso é tão importante eliminar tudo o que atrapalhe a movimentação dos trabalhadores e a movimentação de itens para o desenvolvimento de produtos e insumos.

3. Defeitos

A qualidade dos produtos e dos serviços é essencial para garantir a satisfação do consumidor e evitar que o mesmo processo tenha de ser refeito.

4. Espera

O tempo é um recurso valioso, por isso a metodologia Lean sugere a autonomia dos processos, a fim de eliminar o tempo de espera. A demora para a assinatura de um documento, por exemplo, pode ser excluída com a autonomia dos colaboradores.

5. Produção Excessiva

Um grande estoque pode ser um problema, principalmente se o produto se tornar obsoleto. Logo, manter o mínimo de itens estocados para o processo girar é o mais recomendável.

6. Processamento Excessivo

Processos que não agregam valor ao produto devem ser eliminados. Para isso, faça uma verificação minuciosa em toda a operação.

7. Inventário

A má gestão do setor de compras pode levar a um desperdício de matéria-prima. Logo, gerir com eficiência esse setor, controlando a aquisição de materiais, é a melhor forma de evitar o desperdício.

Como o Lean manufacturing é aplicado nas indústrias?

Para colocar o processo em prática é necessário conhecer todas as etapas de produção e identificar o cenário atual da empresa. Assim, é preciso levantar o maior número de dados possíveis.

Entretanto, para que o processo obtenha êxito, é essencial envolver todos os colaboradores. Isso porque são esses colaboradores que estão à frente de todos os trâmites e têm os conhecimentos acerca da melhoria deles. Também é fundamental dar autonomia às pessoas, para que elas tenham o pensamento “lean”.

A metodologia Lean Manufacturing é considerada, na atualidade, o modelo mais apropriado para o desenvolvimento de um negócio, pois atua nas seguintes frentes:

  • agilidade na produção;
  • redução de custos;
  • maior capacidade produtiva;
  • melhoria contínua, incluindo condições de trabalho.

Como vimos ao longo desta leitura, a metodologia Lean Manufacturing é uma importante aliada para elevar a produtividade nas empresas, ao mesmo tempo em que reduz custos e otimiza os recursos disponíveis, fatores fundamentais para a competitividade de qualquer negócio.

Se você gostou deste post sobre metodologia Lean Manufacturing, assine a nossa newsletter, no box ao lado, para receber mais conteúdos como este!

________________________________________________________________________________________________________________________

Interessado em gestão empresarial? Confira o kit que preparamos para você. Baixe o nosso kit de e-books gratuitos sobre gestão empresarial.

kit de ebooks gestão
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.