Setor público: Implantação de ERP garante melhorias no controle orçamentário

implantação de erp para setor público
Compartilhe:

A utilização de um sistema ERP é muito comum entre empresas do setor público e privado, pois esta tecnologia é essencial para reduzir gastos, certificar a eficácia dos procedimentos internos e aprimorar a relação entre a gestão pública e a população.

Contar com um software de gestão é essencial para garantir o acesso seguro a informações corretas e dados em tempo real, assegurando um bom controle orçamentário, fundamental para qualquer organização.

Segundo os dados recentes divulgados pelo Gartner, órgãos governamentais gastam cerca de 64% do budget destinado ao TI com serviços e programas para melhorar a capacidade e a eficiência dos serviços governamentais.

A pesquisa também estima que os investimentos do governo no setor tecnológico crescerão aproximadamente 6,5% comparado a 2021, e ainda em 2022 a procura por tecnologia para a gestão pública pode aumentar. Esses dados são consequência do grande interesse da administração pública em aprimorar os serviços oferecidos para a população.

Confira o artigo completo para entender os impactos da implantação de ERP no controle orçamentário das instituições públicas.

Controle orçamentário

O controle orçamentário é responsável por toda a organização da gestão financeira de uma empresa ou órgão, e tem como principal objetivo monitorar, revisar, planejar, aplicar e investir corretamente para manter as contas consolidadas, impossibilitando riscos e danos a essas corporações.

Toda instituição que preza por comprometimento, transparência e responsabilidade deve ter todos os seus projetos submetidos ao controle de orçamento, principalmente as instituições dos setores governamentais.

ERP reduz erros

Falhas no gerenciamento de informações, como a inserção de dados ou planilhas incorretas ainda acontecem com frequência. Isso coloca em risco a consistência das informações e compromete a credibilidade da empresa.

Equívocos como esses geram retrabalho e, por consequência, atrasam a produtividade dos colaboradores e, por vezes, comprometem a eficácia dos controles orçamentários.

Por estes motivos, é de fundamental importância que os órgãos públicos tenham um sistema de gestão ERP de qualidade. Somente desta forma é possível evitar erros e garantir a precisão e otimização dos processos empresariais.

Transparência

Por conta da administração dos recursos públicos, é obrigatório que órgãos governamentais sejam transparentes e tenham responsabilidades com as informações que utilizam. Caso contrário, as empresas podem sofrer graves penalidades.

Com a utilização de sistemas ERP esse cuidado é amplificado em todos os processos gerenciais, pois oferece uma maior compreensão dos dados, gerando assim mais confiança e segurança para as operações. O software facilita a execução das atividades realizadas pelos colaboradores e certifica que tudo está sendo efetuado conforme a Lei da Transparência.

Melhorias no setor orçamentário

Com a implantação de ERP, o setor público tem mais controle financeiro, ficando ciente de fechamentos, decisões de pagamentos, simulações de investimentos e empréstimos e fluxo de caixa em curto e longo prazo. Além disso, as instituições têm acesso a indicadores que acompanham as finanças em tempo real e relatórios que são atualizados automaticamente.

A Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) determina as obrigações que devem ser realizadas pelo setor público. De acordo com o Ministério da Economia, a Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar nº 101, de 04/05/2000) estabelece, em regime nacional, parâmetros a serem seguidos relativos ao gasto público de cada ente federativo (estados e municípios) brasileiro.

As restrições orçamentárias visam preservar a situação fiscal dos entes federativos, de acordo com seus balanços anuais, com o objetivo de garantir a saúde financeira de estados e municípios, a aplicação de recursos nas esferas adequadas e uma boa herança administrativa para os futuros gestores.

Portanto, é primordial que os órgãos governamentais tenham o controle adequado e exato dos recursos públicos. É válido destacar que o ERP é totalmente apto para executar com precisão esses procedimentos e garantir o melhor resultado para as instituições.

A MXM desenvolveu o MXM-WebManager uma plataforma de gestão 100% on-line, desenvolvida para aumentar a produtividade e performance de companhias públicas e governamentais. Entre em contato conosco e saiba mais.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.