CONVERSA FRANCA MXM | Inteligência Emocional

Inteligencia Emocional
Compartilhe:

O “Conversa Franca MXM” é o quadro de entrevista com a presidência, diretores e gestores da MXM Sistemas, onde são abordados diversos assuntos de gestão empresarial e tecnologia.

As transmissões foram realizadas através da plataforma Microsoft Teams e todo o conteúdo já foi divulgado internamente entre todos os colaboradores e PJs de todas as unidades.

CONVERSA FRANCA MXM | ANO I – Nº 6
Entrevistado: Zigomar Vasconcelos – Gerente da MXM-RS
Tema: Inteligência Emocional

Dando sequência à série de entrevistas, o assunto dessa vez expõe opiniões do profissional. O tema é extremamente relevante nos dias de hoje. Conseguir identificar e controlar as emoções com facilidade é fundamental.

Conheça um pouco mais sobre este profissional da MXM numa conversa descontraída, onde ele mostra que, apesar de desafiador, o tema pode ser visto de maneira simples e objetiva.

1. Trajetória profissional

Entrei na empresa em julho 1998 como consultor interno. Fui também consultor externo, coordenador da equipe de consultores de implantação, gestor do SAU (serviço de atendimento ao usuário) e consultor de contas especiais junto a direção (e a Inteligência Emocional foi determinante).

Hoje em dia sou gerente da região Sul desde 2007, na filial em Porto Alegre, e na época fui responsável pela fábrica de softwares, contratação de consultores, gerencia de vendas e equipes. Foi um grande desafio.

2. Tema central

2.1 – Do que se trata?

Inteligência emocional é um conceito relacionado com a chamada “inteligência social”, criada pelo estadunidense Daniel Goleman. Um indivíduo emocionalmente inteligente é aquele que consegue identificar e controlar as suas emoções com mais facilidade.

Podemos dizer também que ela nada mais é do que a forma como nós aprendemos a encarar nossas próprias emoções e as usamos para o nosso benefício. Mas não é só olhar para o próprio umbigo – ou, nesse caso, para a própria mente -, como também olhar para o outro e os seus sentimentos. Na correria da rotina, no entanto, essa parece uma atitude cada vez mais distante.

2.2 – Quais os benefícios?

Agir com inteligência emocional traz uma série de benefícios, tais como: ampliação da rede de relacionamentos – “networking”, maior capacidade de resiliência, cumplicidade e companheirismo dos parceiros de trabalho, facilidade de aprendizado, maiores oportunidades de crescimento e ocupação de cargos de liderança.

2.3 – Como fazer?

Desenvolver o autoconhecimento, o autocontrole, a motivação, a empatia e a destreza social.

2.4 – Dicas

• Ler livros sobre este assunto e avaliar a qualidade dos seus relacionamentos (profissionais).
• Fazer autoavaliação; até que ponto meu temperamento afeta meu crescimento profissional? Minha “empatia” é relevante? (as pessoas ao meu redor se sentem compreendidas, acolhidas e a vontade para expor suas ideias, dúvidas, feedback?)
• Busque e cultive a Resiliência. Conceito: É a capacidade de responder de forma mais consistente aos desafios e dificuldades, de reagir com flexibilidade e capacidade de recuperação diante desafios e circunstâncias desfavoráveis, tendo uma atitude otimista, positiva e perseverante.
Em meio as adversidades podemos crescer, nos tornar pessoas mais firmes nos bons princípios (ética, honestidade, “espírito de parceria”, compromisso).
• Focar na empatia. Ao buscarmos compreender o contexto (cultura e o momento em que a empresa se encontra) compreenderemos o universo em que o usuário está inserido, isto nos dá subsídios para sermos mais humanos. Assim, ao agirmos desta forma, aliviamos as pressões e compartilhamos um relacionamento saudável de forma mais eficaz, uma vez que a ponte está construída. Ouvir o cliente é fundamental, compartilhar o entendimento para evitar ruídos ou equívocos de uma má interpretação é meio caminho percorrido.
• Enfim, não abrir mão de um bom relacionamento após contratempos que são inevitáveis por motivos mais diversos possíveis, que nem sempre estão relacionados ao trabalho.

3. Perguntas feitas pelos colaboradores

3.1. Se você pudesse dar apenas uma dica profissional a alguém, qual seria?

Dê o seu máximo, busque excelência no que faz, busque constantemente o conhecimento – seja comprometido.

3.2. Qual o maior aprendizado que você teve em sua vida profissional?

Meu maior aprendizado foi gerenciar a Filial de Porto Alegre. Exerci várias funções, tudo longe da família e amigos, construindo assim novos relacionamentos. A partir daí a unidade me proporcionou crescimento rápido e abrangente. E a Inteligência emocional, mais especificamente, a resiliência foi preponderante neste processo.

4. Considerações finais

A MXM é uma excelente empresa para adquirir conhecimento e crescer, seja comprometido com o que fizer e reconhecimento virá.

Clique na imagem abaixo para assistir à entrevista na íntegra.


Interessado em gestão empresarial? Confira o kit que preparamos para você. Baixe o nosso kit de e-books gratuitos sobre gestão empresarial.

kit de ebooks gestão
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.