Conheça os diferentes tipos de nota fiscal eletrônica

Compartilhe:

O novo sistema de nota fiscal eletrônica oferece inúmeras vantagens para sua empresa, como melhorias de processos entre empresas e consumidores, além de mais transparência. Além disso, o uso dele é obrigatório para todos os negócios brasileiros.

Sem sombra de dúvidas, o novo sistema é uma ótima opção para empresas. Portanto, no nosso artigo, vamos apresentar para você os diferentes tipos de nota fiscal eletrônica e a função de cada uma. Confira:

O que é Nota Fiscal Eletrônica?

A nota fiscal eletrônica substitui aquele modelo antigo, onde era necessário gastar uma enorme quantidade de papel e de tinta na impressora. O novo sistema funciona como um arquivo de computador que fica armazenado no HD dos computadores de empresas e que é geralmente emitido instantaneamente para contadores e para a Fazenda.

A nota fiscal eletrônica vai promover uma maior transparência para empresas, diminuir a burocracia e o tempo gasto para realizar os procedimentos fiscais. Além disso, empresários que utilizam o sistema podem entender melhor o fluxo dentro da própria empresa e evitar multas.

Atualmente, existem diferentes tipos de Nota Fiscal Eletrônica, implementadas pelo Sistema Público de Escrituração Digital (SPED).


Separamos os 4 principais modelos de nota fiscal eletrônica e suas vantagens:

NF-e

A NF-e é a versão mais simples da nota fiscal eletrônica. Ela é utilizada para vendas de produtos, que sofrem cobrança de Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços. O arquivo emitido pela empresa é validado pela assinatura digital do emissor e por uma autorização da Fazenda.

NFS-e

A NFS-e substituiu a Declaração de Serviço, que está relacionada à cobrança de Imposto sobre Serviços ISS. São algumas características específicas desse documento digital, como impostos fixados pelo município com código da prefeitura. A NFS-e é validada pela empresa que fez a emissão em formato XML. O prazo para o arquivamento é de cinco anos após emissão.

CT-e

O CT-e foi criado em 2012 e é utilizado geralmente para documentação de prestação de transporte de grandes cargas. Devido a importância desse setor para economia brasileira, o serviço possui uma fatura própria e seu processamento é mais rápido.

Uma das maiores vantagens desse sistema é a redução de custos, além de também contribuir para evitar multas, pois há uma chance menor de discrepâncias entre notas e produtos transportados. Esse tipo de nota eletrônica reduz o número de pagamentos e faturas duplicadas. A qualidade das informações é comprovada pela Assinatura Digital do vendedor e pela permissão da SEFAZ.

NFC-e

A NFC promove um controle fiscal mais efetivo pelo governo e também traz vantagens para empresários, como a redução de gastos e a maior agilidade para realizar procedimentos. É um documento legal e comprova a compra de produtos ou serviços, além de demonstrar os custos das transações, o que facilita a fiscalização.

Se você é gestor de uma empresa, sabe muito bem que ainda existe um caminho longo para atingir a transformação digital, que exige envolvimento de diversos setores. Mas agora que você já conhece os diferentes tipos de nota fiscal eletrônica, confira 5 dicas para alavancar a transformação digital em sua empresa!

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.