Como usar o ciclo PDCA em seus projetos

pdcablog
Compartilhe:

Toda empresa busca melhorias e qualidade para os processos. Para atingir esse objetivo, é necessário utilizar ferramentas simples e eficientes, que mostrem os problemas empresariais, como o Ciclo PDCA.

Esse método foi criado para auxiliar os gestores de negócios de qualquer tamanho ou segmento — seja físico, seja online —, com a finalidade de alinharem o que é planejado com a etapa de execução de uma forma fácil. Afinal, é por meio disso que são aprimoradas as entregas de toda iniciativa de um projeto.

No entanto, muitos ainda têm dúvidas quanto à aplicação do PDCA. Se você faz parte desse grupo, não precisa se preocupar. Preparamos este artigo para mostrar o que é essa metodologia, como utilizá-la e de que forma um ERP pode ajudar na sua aplicação.

Confira!

O que é a metodologia PDCA?

Basicamente, essa metodologia é utilizada no controle de processos, para avaliar se os esforços estão trazendo os resultados desejados. Ou seja, ela tem o foco em solucionar problemas seguindo as suas quatro etapas (Plan, Do, Check, Act), que identificam com clareza os erros e acertos.

A metodologia PDCA é interativa e busca sempre superar o que foi adquirido até então. Por isso, o seu emprego não deve ser interrompido ou pausado nenhuma vez, com a finalidade de garantir o aprimoramento contínuo da organização ao reduzir custos e aumentar a produtividade.

Essa ferramenta de qualidade surgiu em 1937 com Descartes, mas só na década de 1950 que William Edwards Deming dividiu o método em fases, ficando conhecido mais tarde como o pai da qualidade total. Em 1970, foram desenvolvidos procedimentos gerenciais para o PDCA. Em 1973, o método chegou ao Brasil, trazido pelo professor Falconi e seus colegas.

Como usar o Ciclo PDCA?

Depois de entender o objetivo da ferramenta, você deve estar se perguntando como usá-la. Na prática, o PDCA é dividido em quatro instrumentos, que respeitam a ordem da sigla. Para entender como funciona cada um, confira a seguir.

Planejar (Plan)

Para resolver os problemas é importante começar com o planejamento estratégico. Trata-se de um plano de ação realizado com base no diagnóstico do panorama atual do negócio. O objetivo é entender as condições internas e externas, de modo a identificar os gargalos.

A partir disso, é possível evitar falhas e a perda de tempo, com um direcionamento baseado na escolha dos objetivos, do caminho a ser seguido e da definição do método. Para fazer isso, você pode utilizar questionamentos como:

  • quais serão as tarefas realizadas?
  • qual será o prazo de entrega do projeto?
  • quem são os responsáveis por cada operação?
  • como otimizar o projeto da empresa?

Fazer (Do)

Depois de planejar, chegou o momento mais importante: colocar em prática. Para garantir que a execução esteja em conformidade com o plano, é essencial treinar os envolvidos para que eles entendam o procedimento que será empregado e saibam o que fazer.

Checar (Check)

Na terceira etapa, é possível refletir sobre os resultados obtidos. Mesmo que as ações sejam planejadas, ainda precisam ser analisadas na hora da realização, para saber se foram efetivas. Por isso, utilize métricas específicas para cada iniciativa, seja de prazos, qualidade, recursos ou custos.

Agir (Act)

Se ao acompanhar o projeto algum problema for encontrado, é preciso agir de maneira corretiva para garantir a melhoria constante. Assim, essa fase consiste em corrigir falhas ou desvios para solucioná-los, começando todo o ciclo novamente.

Por que usar um ERP para controlar essa metodologia?

O Ciclo PDCA é uma ferramenta de gestão e, para controlá-la melhor, é possível usar um ERP. Isso porque um sistema como esse coleta dados e oferece informações que auxiliam durante todo o processo. Além disso, a metodologia requer uma comunicação eficiente e com alta velocidade, que apenas um software é capaz de proporcionar.

Como você pôde ver, o PDCA é efetivo para o desenvolvimento do negócio e pode ser aplicado em ações específicas ou em todos os departamentos. Para isso, basta contar com uma tecnologia de ponta, como o ERP. Agora que você sabe o que é essa técnica, não perca mais tempo e o implemente na sua empresa!

Se você gostou do artigo, aproveite para assinar a nossa newsletter e receba outras dicas de gerenciamento, assim como conteúdos que explicam de que forma os sistemas ERP podem ajudar na gestão da sua empresa!

               _______________________________________________________________________________________________________

Gostou deste artigo? Leia também este outro conteúdo especial que preparamos para você. Baixe o nosso kit de e-books gratuitos sobre gestão empresarial.

kit de ebooks gestão

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.