Como definir indicadores de performance com base em dados?

Como definir indicadores de performance com base em dados?
Compartilhe:

Indicadores de performance são ferramentas essenciais para qualquer gestão que almeja alcançar um bom patamar de eficiência. Grosso modo, o objetivo é criar mecanismos capazes de mensurar um determinado evento. Com isso, o gestor é capaz de tomar decisões com base em dados relevantes e confiáveis.

Do contrário, o trabalho passa a depender muito do feeling ou do achismo dos profissionais — o que traz consigo riscos maiores de falhas e imprevistos.

Ainda assim, estabelecer bons indicadores pode ser um desafio. Pensando nisso, criamos este post com algumas dicas que vão ajudar você nessa tarefa. Confira!

Defina indicadores de performance mensuráveis

É possível estabelecer um plano de ações para determinadas situações sem que isso envolva mensurar algo. Entretanto, não é esse o conceito de indicadores. A lógica aqui, como destacamos, é transformar em números algo que você deseja monitorar e gerenciar com mais precisão.

Por isso, siga à risca essa estratégia para manter a confiabilidade das decisões tomadas, mesmo em fatores que parecem ser abstratos, como o comportamento humano. Em um time de vendas, por exemplo, adotar um indicador que mensura a quantidade de atendimentos feitos para cada negócio fechado permite avaliar a eficiência da performance dos vendedores. O foco específico de cada indicador, por sua vez, é o tema da nossa segunda dica.

Alinhe os indicadores à realidade da sua empresa

Mesmo que haja semelhanças entre diferentes organizações, cada empresa tem uma dinâmica de trabalho própria, com suas particularidades. Nesse sentido, a gestão de indicadores deve considerar qual é a sua realidade: seus métodos, seu contexto atual, suas possibilidades etc.

É difícil, por exemplo, tirar proveito de indicadores de performance ideais para grandes corporações se você lidera uma pequena ou média empresa. Por isso, vale a pena estabelecer metas.

Se sua empresa presta serviços, por exemplo, faça levantamentos de performance (média da equipe e individuais para cada profissional). Então, determine qual é a quantidade de atendimentos ideal, dentro das possibilidades da empresa.

A partir desse ponto, estabeleça os indicadores com base nesses dados e utilize-os para identificar pontos a serem melhorados, construindo um trabalho coletivo de aprendizagem.

Adote ferramentas que facilitem a gestão de indicadores

Se os indicadores são ferramentas estratégicas, as informações que eles geram são verdadeiros ativos da empresa. Por isso, é fundamental adotar uma ferramenta de gestão, como um ERP, que permita trabalhar com base em dados centralizados, para que eles estejam protegidos e forneçam os resultados esperados.

A tendência é que cada vez mais atividades da empresa passem por esse filtro de monitoramento que é a gestão por indicadores: produtividade, qualidade, rentabilidade, competitividade, efetividade etc. Consequentemente, o processo passa a envolver dados demais para uma gestão feita no papel ou por planilhas.

Adote um ERP que ofereça módulos específicos para lidar com indicadores e que facilite o uso inteligente dos dados. Isso significa que ela deve gerar relatórios e gráficos, contar com dashboards de acompanhamento das atividades, integrar os dados de diferentes setores etc.

Em pouco tempo, a informação se tornará um diferencial competitivo da sua empresa. Então, coloque essas dicas em prática e defina indicadores de performance baseados nos dados que você coleta. Os resultados, como você viu, são bastante positivos!


Não deixe de baixar nosso e-book “Vantagens da Gestão de Dados e Arquivos em Nuvem” e confira mais vantagens imperdíveis:

cta gestao de dados 1 01 1024x341
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.