CONVERSA FRANCA MXM | BPMS

BPMS
Compartilhe:

O “Conversa Franca MXM” é o quadro de entrevista com a presidência, diretores e gestores da MXM Sistemas, onde são abordados diversos assuntos de gestão empresarial e tecnologia.

As transmissões foram realizadas através da plataforma Microsoft Teams e todo o conteúdo já foi divulgado internamente entre todos os colaboradores e PJs de todas as unidades.

CONVERSA FRANCA MXM | ANO I – Nº 12
Entrevistado: Pablo Azevedo, Diretor de Novas Soluções na MXM
Tema: BPMS

Dando sequência à série de entrevistas, o assunto dessa vez expõe opiniões do profissional. O tema é extremamente relevante nos dias de hoje.

Conheça um pouco mais sobre este profissional da MXM numa conversa descontraída, onde ele mostra que não foi o tempo que diminuiu, mas o número de distrações que aumentaram, comprometendo assim a oportunidade de produzir mais.

1. Trajetória na empresa

Inicie meu caminho na MXM como Analista de Sistemas trabalhando com os módulos (Faturamento, Pedido de Vendas, Estoque). Em seguida entrei para os projetos especiais na construção do sistema de Romaneio da libra, criação a ferramenta de gerador de relatórios, Glencore. Participei da construção do framework inicial que possibilitou a migração para web, e implantação da fábrica de software em Porto Alegre onde trabalhei nos projetos da Auxiliadora predial, Centro Clínico Gaúcho, Gerdau.

Também já fui responsável pela Fábrica de Software da Amil até a chegar como diretor de novas tecnologias.  Participei da criação do OneShare antigo, MXM-Connect, Portal do Cliente, Automação de processos com BPMS, e os primeiros módulos do projeto específico do SENAC (Arrecadação, PRONATEC, Auditoria, Contábil e etc..). Hoje em dia me dedico na construção de um motor próprio da MXM para a automação de processos. Possuo graduação em Tecnologia da Informação na Unicarioca e pós em Engenharia de Software na UFRJ.

2. Tema central

2.1 – Do que se trata?

BPMS (Business Process Management Suite/System) significa o Gerenciamento de Processos de Negócio ou Gestão de Processos de Negócio. No BPMS não há um limite de processos que podem ser automatizados. O cliente pode alterar ou criar seus próprios processos, mas requer conhecimento técnico de programação e de nosso ERP. Além disso é possível anexar informações não-estruturadas (docs word, planilha excel, arquivos scaneados, emails) relacionadas à cada etapa do processo descrito no worflow. Também permite buscar informações ou se conectar com outros sistemas, pois a ferramenta é toda orientada a serviço.

Qual a diferença entre BPM, BPMN, BPMS iBPMS?

BPM é uma metodologia, BPMN é uma padronização das notações utilizada mundialmente. BPMS é automação dos processos desenhados em BPMN. Já o iBPMS traz inteligência à automação buscando agregar tecnologias como IBO, CEP, BRMS, BAM.

O iBPMS substitui a ferramenta de desenvolvimento atual?

Não, ele vem para complementar o modelo de desenvolvimento, principalmente na parte de sequenciamento das atividades desenvolvidas.

É possível ter uma visão mais gerencial das informações que uma ferramenta de BPMS gera?

Sim, um dos principais benefícios da ferramenta é justamente este. Como a ferramenta gera informação de início ao fim de cada atividade juntamente com todo o ciclo de vida, o gestor passa a ter visibilidade de como está o processo e com quem está ou não.

2.2 – Benefícios

  • Permite a automatização de processos de negócio, atribuindo ao software a função de direcionar as atividades com base nas definições do processo;
  • Possibilita de automatização de tarefas intermediárias com base em regras de negócio pré-definidas, fazendo com que sejam executadas pelo software;
  • Emite automaticamente alertas programados, baseados nos acontecimentos de cada ciclo do processo;
  • Permite o gerenciamento do lead time entre as atividades dos processos;
  • Possibilita de monitoramento e identificação de GAPs existentes nos processos a partir do histórico das atividades executadas;
  • Garante que os usuários estão efetivamente atuando nas atividades definidas nos processos existentes;
  • Permite a personalização dos processos de forma rápida e dinâmica quando comparado ao desenvolvimento convencional de softwares.

2.3 – Dicas

Para quem está iniciando em BPMS:

  • Entender bem o BPMN
  • Buscar o conhecimento em REST/API
  • Entender Microserviço
  • Docker

3. Perguntas feitas pelos colaboradores

3.1. Quais as modalidades de instalação do BPMS?

Saas e On Premise

3.2. O que é Lead time?

É o período entre o início de uma atividade, produtiva ou não, e o seu término.

3.3. Qual o maior aprendizado que você teve em sua vida profissional?

SLA pode ser medido em duas partes, todo o processo e em cada atividade. Assim podemos ter uma visão mais clara de em qual atividade ou atividades geraram o gargalo na execução do processo.

3.4. Podem ser criados relatórios gerenciais com indicadores para cada processo ou tenho que ter um BI?

Pode sim, através de nosso painel de controle.

4. Dicas finais

4.1. Se você pudesse dar apenas uma dica profissional a alguém, qual seria?

Foca naquilo que realmente você tem prazer em trabalhar.

4.2. Qual o maior aprendizado que você teve em sua vida profissional?

Por mais que você ganhe conhecimento, se você não conseguir passá-lo adiante não serviu para nada.

Os melhores sistemas não são feitos com os profissionais mais capacitados e sim quando identificamos e trabalhamos a capacidade individual de cada membro da equipe.

4.3. Para você, qual o valor mais precioso de um profissional?

Caráter.

4.4. Qual o seu recado para os colaboradores da MXM?

Sejam criativos e focados.

Clique na imagem abaixo para assistir à entrevista na íntegra.

Interessado em gestão empresarial? Confira o kit que preparamos para você. Baixe o nosso kit de e-books gratuitos sobre gestão empresarial.

kit de ebooks gestão

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.