A importância de um bom ERP para o compliance fiscal da empresa

Já há alguns anos, o compliance fiscal é uma necessidade nas empresas. A gestão fiscal responsável é cada vez mais essencial para otimizar a administração dos empreendimentos. Para ter êxito nesse processo, a tecnologia é uma aliada importante.

Com um sistema de gestão empresarial (Enterprise Resource Planning – ERP), a equipe tem condição de tomar decisões melhores. Isso quer dizer que a companhia se mantém dentro da lei enquanto, paralelamente, aumenta sua produtividade e melhora seu desempenho.

Afinal, é o ERP que gerencia a contabilidade, as compras e os projetos da empresa. Quer saber como o ERP influencia o compliance fiscal nas organizações? Continue com a gente e acompanhe o post a seguir. Boa leitura!

O que é compliance fiscal

A palavra compliance vem do inglês (o verbo é o “to comply”, que significa “cumprir uma norma”) e quer dizer conformidade. No contexto fiscal, ela é essencial, pois garante que a empresa esteja em dia com suas obrigações perante a Receita Federal do Brasil (RFB) e, assim, não fique sujeita a penalidades — de multas à impossibilidade de manter a empresa aberta.

No Brasil, há muitas obrigações fiscais a cumprir nas esferas municipal, estadual e federal. Além disso, as atualizações legais são constantes: um estudo do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) indica que há, em média, 46 alterações fiscais por dia útil no Brasil.

Para estarem preparadas para cumprir os prazos estabelecidos, as empresas devem contar com dados precisos que permitam adequar os processos às alterações. É isso que vai permitir que a companhia siga em conformidade com a lei e, assim, conter os riscos e diminuir o impacto da carga tributária.

Qual a importância do ERP para o compliance fiscal

A complexidade das companhias faz que o volume de informações corporativas seja muito grande. Por isso, é importante usar um sistema que seja capaz de automatizar e controlar os processos fiscais. Dessa forma, os cálculos e a validação das informações a serem enviadas à RFB facilita o cumprimento das obrigações fiscais.

Uma das melhores opções é o ERP on-line. Com ele, o empreendimento centraliza todos os dados no mesmo lugar e permite o acesso a eles em uma única tela. Os custos, então, são reduzidos e o controle fica melhor. O resultado é uma organização mais robusta.

Isso reflete diretamente na confiabilidade na companhia: ela ganha credibilidade perante fornecedores, investidores, instituições bancárias e clientes. E mais: sem pendências com a RFB, a empresa tem acesso mais fácil a descontos em linhas de crédito e pode ampliar os investimentos na organização.

Vantagens do uso do ERP

O ERP contribui para que todos os setores da empresa sejam mais produtivos, já que faz toda a gestão da informação. Dessa forma, além de permitir que a empresa se mantenha em dia com suas obrigações fiscais, ele traz outros benefícios para a companhia. Veja alguns dos principais:

  • os documentos fiscais são recebidos automaticamente;
  • os processos são integrados;
  • há menos ocorrências de erros de digitação e, consequentemente, de retrabalho;
  • a consulta de documentos é centralizada e facilitada;
  • as regras fiscais estão sempre atualizadas;
  • o cruzamento de informações é automatizado;
  • os custos são reduzidos.

Em resumo, a automação do compliance fiscal é fundamental para os empreendimentos. Com ele, a companhia evita erros humanos e reduz custos, pois é capaz de seguir a legislação e manter-se em dia com suas obrigações fiscais perante os órgãos governamentais.

Está preparado para usá-lo dessa forma na sua organização? Então, entre em contato com a nossa equipe e saiba como podemos ajudá-lo nessa jornada.


Aproveite e baixe nosso e-book sobre as 7 formas pelas quais o uso de um ERP vai fazer sua empresa crescer e conheça suas vantagens! Baixe gratuitamente:

Mídia Social:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *