As 5 melhores práticas para aplicar o Lean Business na sua empresa

Compartilhe:

O objetivo principal que move o conceito de Lean Business é criar mais valor para os clientes com menos recursos, evitando o desperdício e maximizando, assim, os ganhos da empresa.

Com esse propósito, uma organização enxuta (lean, em inglês) consegue compreender melhor aquilo que o seu público deseja e concentrar seus processos nessas atividades.

Dessa forma, um negócio que deseja adotar a metodologia Lean deve estar preparado para alterar e implementar o uso de novas tecnologias e tornar os fluxos de produção mais horizontais. Neste post, vamos comentar algumas das melhores práticas desse método de gestão. Confira:

1. Utilize o método Canvas para planejar seu negócio

Esqueça as várias páginas de um complexo Plano de Negócios. Com a metodologia Lean, a partir da ferramenta Canvas, o gestor consegue de forma muito mais rápida, em apenas uma folha, ter um olhar sobre todas as áreas do empreendimento.

O Canvas serve tanto para empresas que estão começando, como Startups, quanto para grandes empresas já estabelecidas no mercado. Nesse caso, ele contribui para refinar a estratégia e medir o progresso por meio do cumprimento das metas.

Organize as informações da sua empresa a partir dos seguintes tópicos:

  • principais parceiros;
  • principais atividades;
  • principais recursos;
  • proposta de valor;
  • relações com clientes;
  • canais;
  • segmentos de clientes;
  • estrutura de custos;
  • fontes de receita.

2. Teste hipóteses

Com o preenchimento do Canvas, o gestor terá hipóteses de geração de valor e aceitação do produto ou do serviço pelo mercado. Como o tempo de planejamento foi bem mais curto em comparação ao modelo tradicional, a metodologia enxuta permite testar as propostas desenvolvidas pela empresa.

Cabe então buscar potenciais usuários, compradores e parceiros para avaliar a solução oferecida e também sobre os demais elementos presentes no plano. As opiniões abrangerão as características do produto, os preços, a disponibilidade dos canais de produção e as estratégias para captação de clientes.

3. Crie um Produto Mínimo Viável (MVP)

O Produto Mínimo Viável (Minimum Value Product — MVP, na sigla em inglês) é o resultado do desenvolvimento com o mínimo de recursos daquilo que será oferecido pela empresa. O objetivo é que o mercado teste e conheça as principais funcionalidades que serão oferecidas para, então, fazer a avaliação necessária dos benefícios.

A vantagem para a empresa está na economia de recursos. O investimento para a criação do MVP é muito menor do que se a empresa tivesse que produzir uma primeira versão completa do produto.

Um exemplo é a criação do Facebook. Mark Zuckerberg testou a rede social primeiramente dentro de Harvard. Os resultados serviram de base para aprimorar a ferramenta e lançá-la no mercado.

4. Aplique o desenvolvimento ágil

O desenvolvimento ágil é uma técnica criada pelo setor de softwares, mas que pode ser aplicada em empresas de outros segmentos. O processo dá ênfase à opinião do cliente ao testá-la em ciclos curtos de produção.

A partir da elaboração do MVP, a área de pesquisa colhe a avaliação do consumidor potencial a fim de averiguar a funcionalidade e propor melhorias.

Esqueça o período de um ano originalmente adotado para elaboração do planejamento e desenvolvimento de produtos. Com a metodologia ágil, a criação da mercadoria é realizada sob a constante avaliação do público.

5. Invista em treinamento para adotar o Lean Business

A implementação da metodologia exigirá uma mudança na cultura organizacional em uma empresa já estabelecida no mercado. Isso pode ser traumático se não gerido de maneira correta. Assim, cabe à alta diretoria investir no treinamento dos demais níveis hierárquicos para assimilação e disseminação das novas práticas.

Os próprios membros da direção deverão estar comprometidos com aquilo que será posto em prática, do contrário só haverá perda de tempo e de recursos.

Com o comprometimento da equipe ficará mais fácil aplicar os conceitos de Lean Business e colher os benefícios que a metodologia propõem.


Se você deseja ler mais sobre gestão, confira o nosso post “Principais custos de uma empresa: quais são e como otimizá-los”. Nele são fornecidas algumas dicas para reduzir despesas em diversos setores da sua companhia!

E aproveite para assinar nossa Newsletter quinzenal e fique por dentro dos melhores posts do Blog da MXM!

[contact-form-7 id=”2281″ title=”Newsletter”]

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.