entrevista prime & llonk

Presidente da MXM fala sobre tecnologia e negócios em entrevista à Prime & Llonk

Mauricio Felgueiras, CEO e Fundador da MXM Sistemas S.A., foi convidado pela Prime & Llonk – parceira de contabilidade da MXM – para um bate papo sobre tecnologia e ações que agregam valor aos negócios.

Acompanhe os principais trechos da entrevista “Tecnologias para um crescimento de negócio sólido e contínuo”, elaborada pela Prime & Llonk, em parceria com a MXM:

Mauricio, o que faz o MXM-WebManager ser um “verdadeiro sistema de gestão”?

Mauricio Felgueiras: Esta é uma excelente pergunta! Respondendo-a de forma direta, a grande diferença é compliance. Um sistema integrado difere de um sistema de gestão justamente pelos recursos de gestão que este oferece para a empresa. Há anos o mercado vende, de forma extremamente equivocada, sistemas integrados como se fossem sistemas de gestão, sem conter nenhum recurso que permita incluí-las nesta categoria.

Fazendo um retrospecto evolutivo das soluções, começamos com oferta de pacotes isolados. Neste modelo, cada departamento era hermético e realizava todo trabalho sem aproveitar nenhuma informação produzida pelas outras áreas. Em seguida, evoluímos para a oferta de soluções integradas, onde cada entrada de dados passou a gerar os registros das outras áreas.

O sistema de gestão foi o passo seguinte, trazendo segurança para os gestores da empresa e garantindo que as operações sigam as normas corporativas, eliminando erros, desvios de processos e reduzindo o risco de fraudes. Posso citar alguns exemplos:

  1. Base de dados com integridade referencial

    – Mesmo que ocorra um erro na aplicação ou que alguém intervenha diretamente na base de dados, não é possível excluir uma conta contábil que possua lançamentos, um fornecedor que tenha títulos em aberto, um produto com movimentações.

  2. Homologação de cadastros

    – Uma atividade muito trabalhosa e muitas vezes julgada como menos importante nas empresas é a manutenção dos cadastros. Este é um grande erro. Os cadastros corretos garantem as informações corretas. No MXM-WebManager, os principais cadastros são homologados, o que significa que um usuário digita os dados e um gerente ou supervisor faz a verificação e assina o registro que, somente após a sua homologação, passa a ser válido para o sistema.

  3. Segregação de função

    – As rotinas são divididas por competência, evitando que a mesma pessoa seja responsável por processos que necessitam do compartilhamento de responsabilidades. Um exemplo é um colaborador que tenha competência para inserir os dados gerais do fornecedor, mas não para fazer a parametrização contábil ou a informar as contas financeiras para a realização dos pagamentos.

São inúmeros os diferenciais oferecidos pelo MXM-WebManager. Com quase 30 anos de experiência, somos pioneiros na oferta de sistemas com foco em gestão empresarial sob os aspectos de compliance e trabalhamos constantemente no seu aprimoramento.

Estamos agora em uma nova fase, que é a implementação de processos automatizados e inteligência artificial, trazendo mais recursos inovadores para os nossos clientes.

Qual é a importância de ter “soluções em cloud” no cenário atual?

Mauricio Felgueiras: Deixar de ter uma infraestrutura local e usar a infraestrutura em cloud não é mais uma tendência e sim uma realidade.

Assim como a evolução dos sistemas, vivemos a evolução da oferta da infraestrutura. No passado eram comuns as discussões de diretorias para definir a localização dos servidores. Proximidade a eles representava poder.

Hoje ela representa risco, alto custo e ineficiência!

O mercado é cada vez mais competitivo e as empresas tem que manter o foco na sua atividade fim. A evolução tecnológica é, a cada dia, mais veloz e feroz. Manter um parque tecnológico cuja obsolescência é muito mais rápida do que a sua depreciação contábil, ter uma equipe de profissionais capacitados para atender à constante evolução tecnológica, mitigar os riscos de acidentes físicos nas instalações, invasões de hackers, dentre outros, são desafios que não valem a pena se correr, nem investir.

Os data centers compartilham este custo e este é o seu negócio! Proporcionam mais eficiência e segurança para as empresas, além da mobilidade no acesso às informações.

Que ferramentas a MXM Sistemas oferece para seus parceiros para suprir a necessidade dinâmica de dados, que não está disponível nos relatórios operacionais estáticos?

Mauricio Felgueiras: Este é mais um exemplo de evolução atingida pelos gestores na sua demanda por ferramentas de gestão. Neste novo modo de interação é fundamental que os sistemas passem a oferecer o que conhecemos atualmente pela revolucionária sigla IA, ou seja, Inteligência Artificial. Este é a corrida tecnológica atual, na qual todos grandes players do mercado disputam palmo a palmo a liderança.

Hoje a MXM Sistemas é especialista nas soluções baseadas no Watson™. A IBM foi pioneira no uso de IA, e ainda hoje se mantém na vanguarda.

O Watson Analytics é a ferramenta que visa atender exatamente o ponto central da pergunta. A partir de dados estruturados ou não, identifica tendências, apresenta cenários e permite aos usuários ampliarem a mineração das informações. Esta é justamente uma das soluções que oferecemos aos nossos clientes, além do uso de inteligência cognitiva para análise de público e Chatbot para atendimento automatizado.

Aparentemente o empresariado brasileiro está em pleno amadurecimento, e já percebe que os investimentos em soluções tecnológicas podem trazer uma série de benefícios para a empresa principalmente na redução de custos. Como a MXM Sistemas enxerga esse momento de reviravolta do mercado e quais os alertas para o gestor que se encontra perdido no “planejamento de seus recursos empresariais”?

Mauricio Felgueiras: O empresário brasileiro certamente é dos mais versáteis do mundo. O Brasil proporciona este amadurecimento e cobra caro de quem não se adapta. Os problemas que ainda enfrentamos são derivados da necessidade de compreender a importância de se visualizar a empresa através da contabilidade. Acreditar que ela é quem efetivamente representa o seu valor e resultado. A visão de caixa ainda é uma prática na gestão brasileira. Poucos se debruçam sobre um balancete para entender o que está de fato acontecendo com a sua companhia.

Do ponto de vista operacional, a percepção da evolução tecnológica é mais fácil e os elementos são mais atrativos.

O principal alerta que podemos fazer aos empresários é: Não deleguem integralmente a decisão estratégica de seleção do sistema de gestão da sua empresa. É muito comum vermos o total afastamento da alta gestão no momento de contratação decidindo somente sobre a visão das áreas. O executivo não pode ficar à margem e precisa compreender os ganhos estratégicos que as diferentes soluções oferecem. É claro que as validações técnica e operacional são importantes, mas nunca menor do que a visão estratégica.

Pensar que os sistemas de gestão são iguais é um grande erro, que pode custar muito caro à organização. Uma decisão desta relevância demanda o acompanhamento muito próximo dos executivos para avaliar o seu alinhamento com a estratégia e ganhos que a empresa poderá alcançar através das diversas tecnologias oferecidas.

Confira a matéria na íntegra, no site da Prime Llonk: Tecnologias para um crescimento de negócio sólido e contínuo | Prime Llonk

Mídia Social:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *