Negócios disruptivos: como as empresas estão se reinventando?

Nos últimos anos, várias empresas perderam sua relevância no mercado por não se adaptarem a um novo contexto. Muitos produtos e serviços considerados indispensáveis antigamente agora mal têm público. Sem falar que novas demandas aparecem todos os dias, o que reforça a importância de soluções inovadoras. Logo, surge a necessidade de negócios disruptivos no mercado.

De forma bem simples, disruptivo é algo que quebra normas estabelecidas. Assim, um negócio com essa característica seria aquele que vai contra o conhecimento já consolidado e busca produzir algo novo. Por isso, o conceito também pode carregar o sentido de destruição criativa.

Esse é um risco mais que necessário para negócios que estão perdendo desempenho e precisam de novos métodos para continuarem relevantes. Acompanhe este post e entenda qual é o papel da disrupção nos novos negócios.

Você deve partir de uma inovação

Via de regra, só é possível criar um negócio disruptivo por meio de alguma inovação-chave. Como mencionamos, várias empresas tendem a perder sua relevância quando ficam presas aos velhos métodos sem justificativa. Mesmo que uma determinada prática tenha dado certo até o momento, não significa que ela terá o mesmo efeito em outro contexto.

Sendo assim, o ponto de partida sempre deve ser a inovação. Pode ser um novo produto, um método de produção ou qualquer outra coisa que ainda não foi necessariamente testada. Só assim sua empresa terá uma chance de ocupar um nicho de mercado ainda não explorado.

Negócios disruptivos precisam quebrar tabus

Para construir um negócio disruptivo, também é importante questionar o conhecimento já acumulado pelo setor e pela empresa como um todo. É normal que você dê mais atenção à sua experiência e às métricas no dia a dia. É assim que um bom negócio sobrevive.

Mas quando essas informações perdem valor, é preciso confiar na sua intuição e assumir alguns riscos. É nesse momento que você deve testar coisas novas, descobrir o que dá certo e encontrar um novo espaço no mercado.

Planejamento é a chave

Pode parecer que negócios disruptivos funcionam apenas por tentativa e erro, mas isso não é bem verdade. Sim, você deve assumir riscos para produzir novos conhecimentos e conquistar um público maior, mas também é importante ter cuidado nesse processo.

Nem todos os riscos valem o retorno esperado. Antes de começar, explore suas opções e veja aquela que se apresenta mais vantajosa. Se faltarem dados, mais uma vez, confie em sua intuição para escolher o caminho certo.

Quanto mais próximo do seu público, melhor

Um ponto muito importante de negócios disruptivos é que para encontrar novas demandas e nichos de mercado você deve estar próximo do seu público. Existem cada vez mais ferramentas para analisar a base de clientes, coletar opiniões e definir o melhor curso de ação para as inovações.

Por isso, antes de decidir quais riscos valem a pena, invista bastante na coleta dessas informações e use-as para se planejar e criar estratégias efetivas.

Agora que você entende o que são negócios disruptivos, é hora de analisar se é sua vez de se juntar a essa tendência. Gostou do artigo? Então compartilhe-o em suas redes sociais e mostre como a inovação é o melhor caminho para se manter nos negócios.

 


Uma boa gestão empresarial só pode ser alcançada se todas as áreas da empresa estiverem alinhadas e bem administradas. Nesse kit separamos alguns ebooks que irão te auxiliar na conquista de uma gestão empresarial mais eficiente. Baixe gratuitamente: 

Mídia Social:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *