Entenda a importância da gestão de capital de giro para a sua empresa

saúde financeira de um negócio deve ser uma das primeiras preocupações de qualquer empreendedor. Mesmo que seu produto ou serviço seja excelente para todos os leads, você precisa ter um modelo de negócio sustentável para os próximos anos. Uma forma de garantir sua sobrevivência é trabalhar a gestão de capital de giro no dia a dia.

Caso você não conheça o termo, “capital de giro” é a quantidade mínima de dinheiro necessária para manter todas as atividades da empresa. Se a soma de todas as contas, material e salários resulta em um valor X, esse será seu capital de giro.

Muitos negócios promissores podem acabar perdendo rentabilidade, ou mesmo falindo, devido à má gestão de capital de giro.

Para que esse não seja seu caso, vamos falar um pouco mais sobre o tema e explicar por que esse trabalho é tão importante. Acompanhe!

Por que essa gestão é importante?

O principal propósito do capital de giro é evitar que o dono da empresa gaste mais recursos do que o necessário para mantê-la aberta. Não é incomum, mesmo na vida cotidiana, que alguém faça uma compra sem pensar com cuidado nas despesas que terá que pagar com esse mesmo dinheiro. O resultado é, no mínimo, um atraso nas contas.

Claro que uma empresa não pode lidar com esse tipo de problema. Atrasar o fornecimento de material de trabalho pode comprometer completamente o contato com o cliente.

Ao acompanhar seu capital de giro de perto, otimizando os custos da empresa e evitando gastar mais do que o necessário, as chances de sobrevivência da sua empresa ao longo do tempo são bem melhores.

Use a tecnologia para te ajudar na gestão de capital de giro

Acompanhar esta variável pode ser um pouco mais difícil do que parece. Afinal, há muitos custos diretos e indiretos envolvidos no cálculo do capital de giro. Além disso, você também deve acompanhar esse valor ao longo do tempo para entender sua variação e seu padrão.

Utilizar um software de gestão para te auxiliar nessa tarefa pode ser muito útil. Essa ferramenta ajuda a integrar todas as despesas em um mesmo canal, separando as mais básicas, que são incluídas no seu capital de giro, e as extras, que contam como investimentos ou emergência.

E o que acontece quando essa gestão não é feita?

Como já mencionamos, a falta de gestão de capital de giro pode prejudicar bastante a saúde financeira de uma empresa. Primeiramente, não saber qual deve ser o faturamento mínimo para manter um negócio aberto pode causar, no mínimo, alguns acidentes.

Além disso, você também deve trabalhar para otimizar esse capital. Mesmo que esses números estejam equilibrados em seu orçamento, pode ser que você ainda esteja gastando mais do que o necessário para manter seu funcionamento. Reduzir o capital de giro necessário é uma tarefa importante para melhorar seu aproveitamento.

Depois de entender a importância desta tarefa, é hora de começar a trabalhar a melhor gestão de capital de giro em sua empresa. E se você quiser continuar se aprofundando nesse e outros temas, assine nossa newsletter e receba os conteúdos que compartilhamos!


Não vá embora antes de baixar nosso e-book “Manual do Planejamento Contábil de Sucesso” e confira dicas para aprimorar seu planejamento contábil!

Mídia Social:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *