Como garantir a segurança da informação em sistemas hospedados na nuvem?

seguranca-informacao-sistemas-em-nuvem-mxm-01A utilização da computação em nuvem cresce cada vez mais nas empresas, devido à quantidade de benefícios oferecidos aliados a um baixo custo. Porém, muitos diretores, gestores e donos de negócios se sentem receosos ao compartilhar dados corporativos e deixar a segurança da informação da empresa vulnerável — o que pode ser contornado, caso se tome atitudes para garantir o sigilo dos dados da organização.

Se esse é o seu caso, veja cinco dicas para utilizar os sistemas na nuvem sem colocar em risco a segurança da informação:

1 – Escolha um bom fornecedor

No mercado, existem diversos provedores que oferecem os serviços em nuvem para clientes corporativos e cada uma delas possui condições e tipos de hospedagem distintos.

Nesse momento, é importante que o responsável pela segurança da informação pesquise bem sobre várias empresas, seus serviços e a reputação de cada uma no mercado. Isso é importante para evitar provedores que oferecem soluções baratas e de má qualidade.

2 – Identifique o tipo de nuvem mais adequado para as necessidades corporativas

Dependendo do porte e do ramo que a organização atua, apostar no tipo de nuvem correta, pública, privada ou híbrida, é essencial para garantir a segurança e sigilo dos dados corporativos.

É importante que o gestor verifique em qual tipo de solução a empresa se encaixa melhor, para identificar qual o nível de disponibilidade, flexibilidade e custo, que melhor se adequam às necessidades do negócio.

3 – Aposte em soluções que garantam a segurança da informação

Os sistemas em nuvem trabalham de forma virtualizada, o que pode deixar o sistema mais vulnerável a ataques. Porém, esse é um problema facilmente contornável, desde que o provedor escolhido ofereça soluções para proteger os dados na nuvem.

As empresas que não se preocupam com soluções adicionais para garantir a segurança digital de seus dados e aplicações, podem sofrer ataques virtuais e colocar em risco o sigilo de suas informações.

4 – Use codificação

Codificar um documento ou arquivo com informações altamente confidenciais é uma atitude muito recomendada, para evitar que pessoas com acesso não autorizado consigam ver o seu conteúdo.

A codificação pode ser realizada antes mesmo que o arquivo seja enviado para a nuvem — o mais importante é proteger o conteúdo com um código que só pode ser aberto pelo usuário responsável pelas informações.

Por isso, é essencial criar uma senha forte, que não possa ser descoberta facilmente. Portanto, na hora de fazer a mesma, misture letras maiúsculas e minúsculas, números e caracteres especiais. Isso dificulta bastante a vida de pessoas mal intencionadas e que desejam invadir o sistema na nuvem da organização.

5 – Faça backups

Todos os arquivos e sistemas, por mais modernos que sejam, não estão livres de passar por indisponibilidades temporárias de servidores, quedas de energia, problemas em alguma máquina e outros tipos de falhas.

Justamente por isso, é essencial fazer um backup de todos os dados e arquivos importantes da empresa. Para isso, é fundamental contar com profissionais capacitados, que possam efetuar a recuperação de dados no caso de imprevistos.


Para garantir a segurança da informação em sistemas na nuvem, é preciso estar atento a cada um dos itens acima, permitindo que a organização possa operar com o máximo de segurança e confiabilidade.

Quer receber nossos artigos diretamente no seu e-mail? Então, assine a nossa newsletter agora mesmo e fique sempre antenado com as novidades do blog da MXM Sistemas!

Mídia Social:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *