Como fazer uma empresa crescer? Conheça 5 investimentos necessários

Os gestores de pequenos e médios negócios são continuamente confrontados com uma pergunta simples, mas cujas implicações são bastante significativas e complexas: como fazer uma empresa crescer?

Inseridos em um contexto competitivo, dinâmico e volátil, os líderes têm a desafiadora missão de conduzir suas operações à alta performance, angariando resultados cada vez mais positivos — compondo um cenário que demanda investimentos conscientes e efetivos, dentro da realidade da organização.

Neste post, você saberá quais investimentos são prioritários para possibilitar um crescimento empresarial sustentável, favorecendo a escalada do negócio. Vamos lá?

Colaboradores: conhecimento e atualização

Partindo do pressuposto de que qualquer empresa — independentemente do porte ou dos produtos/serviços que comercialize — é composta por pessoas, é imprescindível que se dispenda a atenção necessária à qualificação dos colaboradores responsáveis por operacionalizar as funções-chave da organização.

Para que seja possível aperfeiçoar rotinas e extrair a máxima produtividade das equipes, é necessário investir em treinamentos para capacitar e atualizar o time, provendo os recursos e os instrumentos necessários para que as tarefas cotidianas sejam otimizadas.

Gestão: controle e transparência

A boa gestão empresarial é fator fundamental ao sucesso de qualquer negócio. Somente ao contar com as ferramentas pertinentes ao acompanhamento e ao controle amplo das operações, obtendo informações críveis e transparentes, é possível que o gestor tenha uma visão consistente que balize suas decisões estratégicas.

Neste aspecto, os sistemas de gestão são indiscutíveis aliados na busca pela alta performance empresarial, permitindo que rotinas sejam automatizadas e que se minimize o retrabalho — prática perigosa que reduz a produtividade e acarreta desperdício de recursos.

Processos: ajustes e acompanhamento

A operação exitosa de uma organização depende necessariamente do encadeamento adequado de suas tarefas-chave, demandando a atuação sinérgica das mais diversas equipes envolvidas.

Assim sendo, é importante que os processos de cada área sejam corretamente mapeados e acompanhados. Uma postura vigilante e proativa garante que, caso sejam identificados desvios significativos no cotidiano produtivo, os devidos ajustes sejam rapidamente implementados, evitando maiores prejuízos.

Tecnologia: inovação e qualidade

A tecnologia desponta, sem dúvidas, como uma das mais valiosas armas da organização para fazer frente à concorrência acirrada. Somente ao inovar e ao se atualizar — priorizando processos mais assertivos e dispondo de ferramentas coesas para gestão e análise — as organizações serão capazes de competir por uma fatia do mercado, buscando a perenidade operacional.

É válido mencionar, ainda, que a aplicação da tecnologia deve permear os mais variados setores da empresa: do maquinário da fábrica ao software integrado de gerenciamento.

Marketing: visibilidade e resultados

Mais do que nunca, é capital que o gestor tenha em mente a necessidade de se mostrar com regularidade e consistência ao seu mercado-alvo.

Neste âmbito, investir em marketing, valendo-se dos atributos positivos e diferenciais da organização (produtos, serviços, atendimento, benefícios exclusivos etc) pode ser determinante para que os objetivos mercadológicos sejam devidamente atingidos.

Diante dos desafios que cercam a recorrente dúvida sobre como fazer uma empresa crescer, um ponto é certamente indiscutível: a inércia não leva a lugar algum. Certifique-se de investir em tecnologia para melhoria de processos e operações, movimentando-se no mercado para viabilizar a perenidade do negócio.


Gostou do conteúdo? Então siga-nos no Facebook, no Twitter e no LinkedIn para ficar sempre por dentro das novidades!

Mídia Social:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *