Como aumentar sua produtividade utilizando BPMS

como-aumentar-a-produtividade-utilizando-bpms-em-x-passos18154A evolução da tecnologia da informação sempre desencadeia uma série de fenômenos que afetam tanto a vida profissional quanto particular das pessoas. O fato é que cria uma avalanche de dados e de informações das quais as pessoas não conseguem dar conta.

Dentro dessa evolução da TI, estão os sistemas integrados de gestão (ERPs), pois, a partir da implantação desses sistemas nas empresas, foi necessário um ajuste ou a implementação dos processos de negócios. Isso porque esses sistemas integram as empresas desde os fornecedores até o pós-venda, passando por todos os processos que envolvem as atividades fins das organizações.

Essa evolução toda parecia ser suficiente até que as empresas começaram a se dar conta que precisavam automatizar rotinas que antes não eram necessárias ou que não ficavam em evidência.

Foi desse modo que surgiram sistemas tipo BPM e BPMS. O principal objetivo era reorganizar o excesso de informações e que elas pudessem ser úteis em agregar vantagens competitivas. Agora, que situamos nosso leitor, vamos aos fatos:

O que é BPM?

O BPM (Business Process Management) pode ser definido como um conjunto formado por metodologias e por tecnologias, cujo objetivo é possibilitar a integração lógica dos processos de negócio que envolvem clientes, fornecedores, parceiros, funcionários e todo e qualquer elemento que com ele possam e queiram interagir.

Isso dá à organização uma visão completa dos ambientes interno e externo das operações e das atuações de cada participante em todos os processos de negócios.

O que é BPMS?

O BPMS é um sistema — daí vem a letra S da sigla — de softwares e de ferramentas da tecnologia da informação que servem para automatizar, executar, controlar e monitorar os processos de negócios de uma organização.

Lembrando-se das palavras de Ishikawa: o que não pode ser medido, não pode ser controlado. Portanto, se a empresa tem um ERP implantado, o BPMS pode ser utilizado para automatizar qualquer ocorrência, independentemente do processamento que o sistema de gestão empresarial fará de cada pedido de cada cliente colocado no sistema.

A produtividade e a redução de custos com BPMS

Aumentar a produtividade é uma das principais características de sua implantação, pois com o sistema de ERP não há controle em relação ao tempo distendido nas atividades da mesma forma que relatórios gerenciais podem ser obtidos rapidamente.

A grande facilidade desse fato é ter a informação na mão para a tomada de decisão. Quanto maior a empresa, mais ela sente esse diferencial pela gama de dados e de informações que ela gera por hora trabalhada.

O mapeamento dos processos representa uma poderosa participação para que os processos sejam efetivamente concluídos. Com maior integração e troca de informações em diferentes níveis da organização, os processos de negócios passam constantemente por um processo de melhoria contínua, rodando o PDCA (Plan, Do, Control e Action). Assim, a reorganização dos processos é realizada constantemente, propiciando uma melhor conformidade nos diferentes setores organizacionais.

O alinhamento estratégico das operações por meio da padronização dos processos e dos procedimentos adotados na organização como um todo é fundamental para manter ou para agregar vantagens competitivas. Além da melhora da produtividade das equipes, o que adiciona um maior grau de satisfação de todos envolvidos nos processos empresariais da organização.

Tem mais alguma dúvida sobre como aumentar a produtividade utilizando BMPS? Conta pra gente nos comentários.


Quer entender mais sobre BPMS e tudo o que ele pode fazer por sua empresa? Baixe agora mesmo o guia de BPMS para sua empresa e descubra mais sobre:

Mídia Social:

Um comentário sobre “Como aumentar sua produtividade utilizando BPMS

  1. Muito pertinente este sistema, para empresas que possume sistemas de gestão da qualidade e ambiental (ISO 9001 e 14001), principalmente se levarmos em consideração as novas versões 2015 que abordam de forma mais profunda a gestão de processos e avaliação dos riscos envolvidos nestes processos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *