5 indicadores financeiros que a sua empresa precisa conhecer

indicadores-financeiros-que-sua-empresa-precisa-conhecer-blog-mxm-01Não importa se para acompanhar a saúde financeira do negócio ou para permitir que investidores possam avaliar a rentabilidade do investimento, é fundamental que toda empresa mantenha o hábito de monitorar indicadores financeiros regularmente.

Com esses números em mãos, é possível ter um status da saúde financeira da empresa e analisar, criteriosamente, os pontos fortes e fracos na gestão e estratégia da organização, intervir em falhas e desenvolver novos planos.

Mas é importante ter em mente que nem todos os indicadores financeiros se aplicam à empresa, para cada organização existe um conjunto específico mais adequado que outro.

Quer entender melhor o assunto? Confira abaixo alguns dos mais importantes indicadores financeiros!

1. Faturamento bruto

Esse é um dos indicadores mais importantes porque calcula quanto dinheiro entra na empresa. Ou seja, o faturamento bruto corresponde à somatória dos ganhos obtidos em determinado período.

É fundamental que se saiba — em valores monetários — o quanto se está vendendo. Afinal, se esse indicador estiver apresentando resultados abaixo do planejado, o gestor deve redefinir suas estratégias de marketing e buscar novos clientes.

2. Lucratividade

O índice de lucratividade não deve ser confundido com o lucro da empresa (equivalente ao faturamento subtraído dos custos).

A lucratividade é calculada com base na divisão do lucro líquido e do faturamento bruto mensal, resultando em um valor percentual.

3. Rentabilidade

A rentabilidade corresponde ao indicador que determina poder de ganho ou de retorno do dinheiro que foi aplicado na empresa.

Com isso, o investidor saberá se o negócio é vantajoso com base no cálculo do retorno do que investiu (ou pretende investir).

A fórmula básica da rentabilidade se dá pela divisão do lucro líquido da empresa pelo total do ativo.

Se o empresário investiu R$10.000,00 na companhia e obteve retorno de R$1.500,00, isso quer dizer que teve rentabilidade de 15%.

4. Ticket médio

Esse indicador financeiro se refere ao valor médio de cada transação de venda. Isso ajuda na compreensão da dinâmica do negócio, sobretudo, se a atividade for varejista.

Para dimensionamento do indicador, o cálculo é executado por meio da divisão do faturamento pelo volume de vendas do período.

Para o proprietário da empresa, este indicador é importante porque evidencia os melhores vendedores — caso seja calculado por colaborador — e também serve para verificar se está vendendo produtos de maior ou menor valor.

O resultado dessa métrica poderá determinar a demanda por maior capacitação da equipe de vendas ou mudanças nas campanhas de marketing.

5. Custos fixos

Se existe um indicador que não pode fugir ao controle da gestão é o de custos fixos. Em síntese, esse indicador representa as despesas que não variam, mesmo que existam alterações de faturamento, seja para mais ou para menos.

Ou seja, o aumento dos custos fixos poderá ter reflexos muito prejudiciais no final do período, principalmente, se houver um lucro menor.

Enfim, são números como esses que permitirão que o gestor perceba se os rumos do negócio precisam ou não ser redirecionados.

Ao controlar as operações da empresa por meio de indicadores financeiros, a gestão pode eliminar dificuldades que o negócio apresente em tempo hábil, em vez de “apagar incêndios” todos os dias.

Quais desses indicadores financeiros sua empresa utiliza para monitorar o desempenho? Deixe seu comentário e contribua com essa discussão!

Mídia Social:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *