4 riscos que um software pirata oferece para a sua empresa

A popularização da internet, além de outras tecnologias, permitiu o maior acesso a diversos tipos de ferramentas, sendo algumas delas muito úteis para as empresas. Porém, isso também levou ao aumento da pirataria.

É muito tentador buscar um software pirata para o seu negócio, já que ele não gera custo algum. Mas essa atitude vem carregada de riscos. A pirataria apresenta prejuízos sérios para quem a utiliza, sendo alguns deles extremamente perigosos para um negócio.

Ainda não se convenceu? Então veja aqui os 4 principais riscos de utilizar um software pirata em sua empresa.

1. Menor segurança

Empresas de tecnologia trabalham para criar ferramentas mais seguras para seus clientes. Se qualquer um deles tiver problemas com malwares, vírus ou outras vulnerabilidades, a empresa é responsável por corrigir a falha e garantir a melhor experiência para o usuário.

Softwares pirateados, por outro lado, não oferecem esse mesmo suporte, sendo um alvo perfeito para códigos maliciosos. Em alguns casos, o próprio programa adquirido de forma ilícita já pode conter algum tipo de vírus, o qual recebe sua permissão expressa para ser instalado.

2. Problemas de desempenho do sistema

Sistemas operacionais estão sempre sendo atualizados de acordo com as necessidades dos usuários e com as novas tecnologias que são desenvolvidas. Da mesma forma, os softwares usados também são atualizados constantemente para que tenham a melhor performance possível.

Porém, as versões piratas quase sempre exigem alterações no seu código, o que acaba comprometendo parte do processamento. Softwares assim custam mais memória ao sistema e são mais lentos e propensos a falhas. Naturalmente, isso também impacta negativamente a produtividade da sua equipe e a tomada de decisão.

3. Perda de credibilidade

Em geral, o uso de um software pirata pode ser notado pelos clientes, parceiros e afins, muitas vezes pelos problemas de performance e produtividade que já mencionamos. Essas falhas, uma vez encontradas, também afetam a maneira como outros empreendedores enxergam seu negócio — quase sempre de forma negativa.

Caso seus clientes ou sócios descubram que você utiliza versões piratas de softwares, pode ser que isso comprometa sua relação. E como você já deve saber, uma reputação ruim é o caminho para perder diversas oportunidades de negócios.

4. Crime de pirataria

Claro, é sempre bom lembrar que pirataria é crime. Distribuir produtos de forma ilícita, incluindo programas de computador, é considerado violação de propriedade intelectual, o que leva a punições bem severas para você e sua organização.

Em caso de condenação à prisão, o dono da empresa pode ficar detido por um período de 6 meses até 2 anos. Em algumas situações, ainda pode ser necessário pagar uma multa, que provavelmente será bem maior do que o valor de aquisição de licença ou assinatura de um software original.

Diante desses riscos, você já deve ter entendido que não vale a pena instalar um software pirata em sua empresa, certo? Agora, deseja receber mais informações para manter a tecnologia do seu negócio dentro da lei? Então veja como funciona a validação de uma assinatura digital e comece a usá-la em seu negócio. 

Mídia Social:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *