3 formas de utilizar um Sistema de Gestão ERP na Gestão de Pessoas

gestao-de-pessoas-rh-erp-mxm-01Um Enterprise Resource Planning (ERP) é um software capaz de integrar todos os dados e informações de uma empresa em um único sistema, descomplicando a integração entre departamentos distintos e facilitando o fluxo de informações.

Além de melhorar a comunicação interna, promover a efetividade e a produtividade, um sistema de gestão empresarial pode transformar e aprimorar a rotina de setores estratégicos da companhia. É o caso, por exemplo, do departamento de RH.

Há tempos que o RH deixou de ser um setor secundário dentro de muitas empresas e desempenha hoje um papel estratégico. Todo gestor sabe do custo de uma alta taxa de rotatividade e conhece os impactos negativos decorrentes da baixa produtividade. Por isso, esse setor tem um papel importante, afinal seu desempenho repercute diretamente no faturamento da empresa.

Por ter um papel importante, naturalmente, o RH tem dados e informações de extrema relevância para a empresa. O uso de uma ferramenta como o ERP pode ser transformador e trazer bons resultados como um todo.

Quer entender melhor como um ERP pode ser utilizado para a gestão de pessoas? Então, continue acompanhando o nosso post!

1. Melhoria da organização e fluxo de informações

A gestão de pessoas envolve diversos dados e informações que interferem na rotina dos colaboradores da companhia. O controle do ponto eletrônico, a gestão do banco de horas e a elaboração da folha de pagamentos, por exemplo, são algumas das atividades realizadas pelo RH que determinam o pagamento de horas extras, dos benefícios, dos encargos e também dos salários.

Um software ERP integrado é capaz de armazenar e organizar todas essas informações, facilitando o fluxo de dados e a administração de todas as obrigações previdenciárias e trabalhistas. Além disso, esses dados podem servir para que gestores possam tomar decisões mais assertivas com relação a políticas a serem desenvolvidas internamente.

2. Compliance

Desde 2015 o governo federal vem implementando o eSocial, uma ferramenta que pretende unificar e automatizar o envio de informações trabalhistas e previdenciárias dos empregados por meio de seus empregadores. Em razão desse programa, diversas empresas vêm se mobilizando e organizando sistemas internos que facilitem a sistematização de documentos, relatórios e dados. Em geral, quem está responsável pelo eSocial é justamente o departamento de RH.

Com um sistema de gestão ERP fica mais fácil atender às exigências do governo e do Fisco, já que esse tipo de software não apenas organiza dados, como também é capaz de armazenar documentos e gerar relatórios. O ERP, portanto, facilita o compliance da empresa, permitindo que a companhia cumpra com suas obrigações legais, evitando a aplicação de multas e outras sanções pelos órgãos de fiscalização.

3. Aumento da produtividade

Com um sistema de gestão ERP, como as informações e dados ficam organizados e facilmente disponíveis ao usuário, uma série de atividades burocráticas como a elaboração de relatórios e planilhas pode ser eliminada a partir de alguns cliques. Um ERP facilita o dia a dia de toda a equipe de RH, favorecendo a eficiência e a produtividade do setor.

Organizar o fluxo de informações é hoje uma meta de muitas empresas, pois gestores já vêm experimentando os benefícios de contar com equipes integradas e cuja comunicação é eficiente e fluída.

O ERP, nesse contexto, é mais do que uma simples ferramenta de organização de dados, é também um recurso que traduz um panorama real da empresa e favorece a tomada de decisões inteligentes para o seu dia a dia.


Você já conhecia as aplicações do ERP para a gestão de pessoas? Quer saber mais sobre sistemas e softwares que podem beneficiar o dia a dia da sua empresa? Então, assine a nossa newsletter!

call-to-action-blog-erp-01

Mídia Social:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *